Tanques pulmão de 8 milhões de litros são prioridade no Projeto Chapecozinho

O projeto é a maior obra de abastecimento da CASAN

 

Xanxerê/SC, 01 de fevereiro de 2024 – As obras do Projeto Chapecozinho não param no Oeste. Atualmente, o foco das ações está nos dois tanques pulmão da nova Estação de Tratamento de Água em Xanxerê. Os tanques serão a principal área de reservação de água da estação, somando uma capacidade para 8 milhões de litros. O foco da construção hoje está nos pilares e nas paredes, para as próximas etapas de concretagem. A ETA será a maior da região Oeste, com capacidade para tratar 1,2 mil litros de água por segundo e atender meio milhão de pessoas.

O projeto é a maior obra de abastecimento da CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) em andamento no estado, com investimento total de R$ 402 milhões. 40% do cronograma está finalizado e a previsão de entrega é em 2025. Além da ETA, estão em processo outras duas frentes de trabalho: o reservatório de Xanxerê e o assentamento de tubulação em Xaxim.

O novo reservatório de concreto em Xanxerê terá capacidade para 6 milhões de litros. O foco das atividades está na tubulação que vai se interligar ao reservatório. Somando esse reservatório aos outros que serão instalados no projeto, cerca de 20,5 milhões de litros de água estarão disponíveis para dar segurança hídrica aos municípios atendidos.

Em Xaxim, a obra da Macroadutora atravessa três novos trechos na zona rural. A tubulação terá no total 58 km de extensão, indo da captação no rio Chapecozinho em Bom Jesus até Chapecó, beneficiando também Xaxim, Xanxerê, Coronel Freitas e Cordilheira Alta.

Fotos: Acervo CASAN