Prefeitura e Forças de Segurança planejam novas ações da Operação Asfixia

A Operação Asfixia iniciou em dezembro e desde então já foram cumpridos vários mandados de prisão

 

Novas ações da Operação Asfixia, realizada pela Administração Municipal de Chapecó e Forças de Segurança, para combater o tráfico de drogas e roubos, foram planejadas na manhã desta terça-feira, em reunião na Prefeitura de Chapecó.

Estiveram presentes o prefeito do município, João Rodrigues, o secretário de Segurança Pública, Clóvis Ari Leuze, o comandante da Guarda Municipal, Roger Lima, o consultor jurídico em Segurança Pública de Chapecó, Márcio Bueno, o comandante do 2o Batalhão de Polícia Militar, major Rafael Antônio da Silva, o delegado regional da Polícia Civil, Danilo da Silva Fernandes, e o delegado de Furtos e Roubos, Roberto Fronza.

“Vamos realizar novas ações integradas com foco no tráfico de drogas, furto, receptação e também em apoio ao Programa de Internamento Involuntário. A Segurança é uma das nossas prioridades e estamos investindo em reforço de pessoal e equipamentos”, disse o prefeito João Rodrigues.

A Operação Asfixia iniciou em dezembro e desde então já foram cumpridos vários mandados de prisão.

E nesta quarta-feira irão tomar posse mais 30 Guardas Municipais, que vão atuar em locais como o Terminal Urbano e Rodoviária, que terão segurança 24h. Também serão empossados 30 novos vigias, que segundo o diretor de Segurança Pública, Clóvis Ari Leuze, vão atuar nas escolas municipais.

Também vão tomar posse os integrantes do Conselho de Segurança do Município. No mesmo ato será apresentada a Lei 8.005, denominada Lei dos Ferros-Velhos, que prevê a obrigatoriedade de instalação de câmeras de segurança nos estabelecimentos.