Polícia Civil e NAPA atendem ocorrência de maus-tratos

Um suspeito foi preso em flagrante

 

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 3ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó, foi comunicada sobre uma situação de maus-tratos aos animais e, ainda, sobre uma possível criação de galos para rinha.

Prontamente, os agentes policiais se deslocaram ao local indicado, onde encontraram uma criação de galos e um cachorro da raça Pitbull em situação crítica.

O cão estava muito magro e com miíase (bicheira) nos quartos traseiros (direito e esquerdo) e na orelha esquerda. Os galos estavam acondicionados em gaiolas com alimentação e água, contudo, em muitos deles foi possível observar sinais de ferimentos.

No local, populares relataram aos Agentes de Polícia e aos veterinários do NAPA que havia dois cachorros da raça Pitbull, sendo que um deles acabou morrendo devido aos ferimentos causados por uma briga entre eles, que não foram tratados pelo proprietário.

Segundo relatos, a carcaça do cachorro morto foi despejada na mata próxima, porém, ninguém soube indicar o local exato.

Os veterinários do NAPA acompanharam a diligência e constataram que a situação famélica e de saúde deficiente do cachorro é de longa data, provavelmente devido ao descaso do proprietário com o seu animal.

Por fim, o cachorro foi recolhido pelo NAPA para tratamento e posterior encaminhamento para doação. O suspeito foi preso em flagrante.

Com informações e foto: Polícia Civil