PF deflagra operação para combate crimes de contrabando e lavagem de dinheiro

São cumpridos nove mandados de busca e apreensão

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 26/3, a Operação Cigarro de Palha, que tem como objetivo combater o comércio de cigarros de procedência estrangeira, introduzidos clandestinamente no território nacional, e os crimes de peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A PF cumpre nove mandados de busca e apreensão, nos municípios de Joaçaba, Ouro, Capinzal e Zortéa, em Santa Catarina, e no município de Maximiliano de Almeida, no Rio Grande do Sul.

A investigação foi iniciada em setembro de 2021, a partir da informação acerca do desvio de 308.500 maços de cigarros do Depósito de Mercadorias da Receita Federal em Joaçaba/SC, realizado mediante a colocação de serragem nas caixas em substituição aos cigarros contrabandeados apreendidos.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes associação criminosa, peculato, contrabando e lavagem de dinheiro, cujas penas máximas previstas podem chegar a 12 anos de reclusão.

Informações divulgadas pela Polícia Federal