Centro Empresarial faz assembleia e trata sobre dengue e escola militar

Confira os detalhes da reunião  

 

A prestação de contas e as principais ações do ano passado, a instalação em Chapecó de Colégio Militar e a organização de iniciativa de combate à dengue através das entidades empresariais. Esses foram os principais assuntos de assembleia geral ordinária realizada pelo Centro Empresarial de Chapecó (CEC) nesta semana.

Inicialmente os representantes das 17 associações e sindicados empresariais que fazem parte do CEC aprovaram a prestação de contas e demonstrações contábeis de 2023, juntamente com relato das principais ações realizadas e que foram destacadas pelo presidente Marcos Antonio Barbieri.

Quanto à dengue, diante da elevação do número de casos em Chapecó e região, foi discutida a realização de campanha de orientação direcionada às empresas, através do Centro Empresarial e entidades e sindicatos filiados. A intenção é esclarecer para reduzir preventivamente a expansão da doença.

COLÉGIO MILITAR

Dentro da intenção da Polícia Militar de Santa Catarina de implantar um estabelecimento educacional na região Oeste, representantes da PM estiveram na reunião do CEC para explanar sobre o objetivo.

O major José Luiz Valério e sargento Flavio Marinho Glovacki, representando o comandante do 4° Comando Regional da Polícia Militar, coronel Jorge Luiz Haack, detalharam a proposta.

De maneira semelhante a estabelecimentos que já existem na capital do Estado e em Joinville, Lages e Laguna, o objetivo é de implantar um colégio militar para atuar em nível do ensino médio.

Para a instalação em Chapecó, ocorrerão discussões com a prefeitura municipal com o objetivo de obtenção de espaço adequado.

Especificamente com as secretarias municipal e estadual de Educação, bem como com a própria PM, será discutida a cedência de professores. A previsão é de que os alunos interessados disputem as vagas em processo de seleção, aberto à comunidade em geral.

Como forma de apoiar a iniciativa, o Centro Empresarial de Chapecó enviará documento aos comandos regional e estadual da Polícia Militar para destacar a importância da implantação do colégio.