Acúmulo de lixo em containers gera nova reclamação da comunidade

O Município de Chapecó cobrou da empresa contratada imediata solução do problema

 

Chapecó/SC, 02 de fevereiro de 2024 – O descarte irregular de lixo segue sendo um grande problema em Chapecó, que diariamente tem gerado reclamações da população e demandas para a Secretaria de Infraestrutura Urbana e Zeladoria de Chapecó. De acordo com moradores da região dos bairros Presidente Médici, São Pedro e Passo dos Fortes a reclamação é a mesma: Falta de container e pouca frequência na coleta de lixo.

Contatado o setor responsável do Município de Chapecó para coleta de lixo, Graciela Hecler explica as causas do atraso no serviço:

Nós tivemos um impasse ontem com os caminhões da coleta automatizada. Contatando a empresa, justificaram que eles (os veículos) foram para manutenção e, quando um caminhão para, a gente já sente isso na prestação do serviço ao cidadão. Então hoje eles (a empresa contratada) já está contornando a situação, sendo que a operação vai até amanhã para normalizar”.

Em caso de dúvidas ou necessitando dos serviços, o cidadão pode entrar em contato diretamente com o setor responsável através do telefone (49) 99167-9711.

GRANDE QUANTIDADE

Mesmo com uma empresa terceirizada, que recolhe mensalmente 4,2 mil toneladas de resíduo orgânico e 750 toneladas de material reciclável, com ações como o Bota Fora, aquisição de novos contêineres, disponibilidade de três Ecopontos, entre outras ações. Mesmo assim ainda há quem faça o descarte incorreto.

As imagens mostram o descarte inadequado feito no bairro Presidente Médici. O registro foi enviado por ouvintes da Rádio Chapecó FM.

Nesta semana, a Prefeitura de Chapecó enviou para a imprensa um comunicado sobre a coleta de lixo. LEIA

COMUNICADO SOBRE A COLETA DE LIXO

A Gerência de Resíduos Sólidos da Secretaria de Serviços Urbanos informa que, por conta de instabilidade operacional da frota da coleta automatizada da empresa responsável pela coleta, durante essa noite/madrugada, o serviço está pendente nos seguintes locais:

Rua Assis Brasil

Rua Sete de Setembro

Rua Porto Alegre

As ações de manutenção e reforço operacional estão em andamento. ”

MULTA

Quem não seguir às orientações está sujeito à multa, que varia de R$ 400 a R$ 4 mil. Nos locais onde tem a coleta automatizada, o lixo orgânico (restos de alimentos e o lixo de banheiro) vai no contêiner verde. Já os resíduos recicláveis (papel, garrafas, potes, caixas de leite limpas) vão no contêiner verde.

Também existem 16 contêineres instalados que são específicos para vidro, estão ao longo da Avenida Getúlio Vagas, na avenida Attilio Fontana e na rua Anjo da Guarda, no bairro Efapi. Outros quatro serão instalados no Calçadão e na avenida Nereu Ramos.

Os galhos são recolhidos dentro de um cronograma, que está disponível no site da Prefeitura (www.chapeco.sc.gov.br). Também é possível informações pelo telefone 3319-3600.

Outra ação é o programa Bota Fora, que passa recolhendo móveis e eletrodomésticos nos bairros, com prévia divulgação.

Denúncias podem ser feitas pelo aplicativo Chapecó Digital

ATUALIZAÇÃO

No final desta manhã o Município de Chapecó manifestou-se através de nota: 

A empresa tem conhecimento da existência de locais com necessidade de coleta e as ações de normalização estão em andamento. O efeito observado pela população é decorrente de imprevistos técnicos operacionais com os equipamentos empregados na execução da coleta.