No último domingo (19/06/2022), a Polícia Militar atendeu uma ocorrência de maus tratos aos animais na cidade de Maravilha, ocasião em que prendeu em flagrante um homem de 47 anos que matou um cachorro com golpes de enxada e picareta.

Na ocasião, o preso relatou aos policiais militares que juntamente com outra pessoa haviam sido contratados por um empresário para matar o cachorro e que cada um receberia R$10,00 pelo serviço.

Com informações da Polícia Civil

O homem de 47 anos foi encaminhado ao plantão da Polícia Civil, ocasião em que foi autuado em flagrante e encaminhado para a Unidade Prisional Avançada de Maravilha, tendo conseguido a liberdade na audiência de custódia.

A Polícia Civil continuou as investigações e identificou a outra pessoa que cometeu o crime, bem como o empresário mandante do crime. O coautor do crime, um jovem de 25 anos, foi interrogado e confessou o crime, enquanto o empresário de 54 anos fez uso do seu direito constitucional de permanecer em silêncio.

As investigações demonstraram que o cachorro pertencia ao empresário, o qual contratou as pessoas para matar e enterrar o animal que estaria velho e com um tumor. A eventual doença do cachorro não foi comprovada, tendo o laudo veterinário atestado que o animal apresentava lesões pelo corpo, principalmente na cabeça e pescoço, causando hemorragia e hematomas que causaram sua morte.

As três pessoas investigadas foram indiciadas pelo crime de maus tratos aos animais, previsto no parágrafo 1º-A do artigo 32 da Lei 9605/98, com aumento de pena do §2º e caso sejam condenados poderão ter uma pena superior a 5 anos de reclusão, em face da morte do animal.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here