A Prefeitura de Arabutã decretou situação de emergência em função da estiagem. De acordo com informações da Secretaria de Agricultura, as principais perdas estão na produção de milho e de leite. O prejuízo já chega a R$ 7,9 milhões. O decreto foi publicado nesta semana.

O secretário de Agricultura de Arabutã, Daltro Krombauer, confirma os prejuízos que o município tem acumulado neste período sem chuva. São estimadas prejuízos de 14% na produção de leite e 25% na produção de milho, que são as principais atividades aqui do interior.

Todas as comunidades do interior estão recebendo água, através de caminhões. São dois caminhões trabalhando para atender 45 famílias do Município com a demanda maior para os animais.

Foto: Arquivo Rádio Chapecó

Ipira decreta situação de emergência devido à estiagem

A Administração Municipal de Ipira realizou uma reunião com a Comissão Municipal de Defesa Civil (COMDEC), para discutir o momento de estiagem que afeta o município.

Além da situação precária dos níveis de água de arroios e fontes, foram relatados os impactos causados pela seca na produção agropecuária, sendo que os prejuízos já ultrapassaram o valor de R$ 13 milhões. À vista disso, decidiu-se, por unanimidade, decretar Situação de Emergência.

No momento, estão sendo realizadas ações que visam amenizar os efeitos da estiagem, como a abertura e proteção de nascentes, abertura de reservatórios e o transporte de água para os agricultores. Com o Decreto de Emergência expedido, espera-se conseguir os recursos necessários para intensificar tais atividades e, assim, tentar abrandar os danos provocados pela escassez de chuvas.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here