As estrelas deram um brilho especial na noite da última segunda-feira (29), na Arena Condá, onde foi realizado o evento “Pra Sempre Lembrados”, em homenagem às 71 vítimas do acidente aéreo ocorrido com a delegação da Chapecoense, há cinco anos, na Colômbia. As mais de 700 vítimas da Covid no município e as outras vítimas de doenças e acidentes também foram homenageadas.

Fotos e vídeo: Mateus Frozza / Rádio Chapecó

“Hoje é um dia de saudade pelos que se foram no.acidente. Mas de lá para cá tivemos muitos acidentes, uma pandemia. A noite de hoje é uma noite de homenagem, uma noite mágica. É para guardar  no coração a lembrança de quem se foi, mas é para todos nós. Vamos sair melhor do que chegamos. Peço também que os tordedores se associem ao clube pois este legado não pode morrer”, disse o prefeito João Rodrigues.

Dhayane Pallaoro Vicenzi, filha do ex-presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro, uma das vítimas do acidente, falou em nome das famílias. Ela agradeceu às famílias, Administração Municipal, Chapecoense, Deive Leonardo e patrocinadores. Falou que o momento é de transformar a dor em gratidão. “A vida pode ser breve, mas estamos aqui por pessoas que acreditavam em seus sonhos”, disse.

Um vídeo do mascote Carlinhos, que ficou conhecido como o indiozinho, emocionou a todos. Neto, um dos seis sobreviventes do acidente, também se manifestou, por vídeo, falando em celebrar a vida. O evento contou com a apresentação de artistas locais. Fofão arrepiou quem estava na arquibancada ao lembrar de Danilo, Bruno Rangel e outros tantos que brilharam no time de 2016. Regis Palma interpretou a música Dia Especial, de Duca Leindecker. E Marcos Janowitz tocou o hino da Chapecoense com sua guitarra.

A Associação Coral de Chapecó interpretou Tocando em Frente, de Almir Sater e Renato Teixeira, e O Dia em que a Terra Parou, de Raul Seixas. Para finalizar foi realizado o show “O melhor dia da minha vida”, com o evangelista, escritor, palestrante e influenciador digital, Deive Leonardo.

Ele trouxe mensagens bíblicas e recordou que no dia do velório das vítimas da Chapecoense estava chovendo e, nesta segunda-feira, foi um belo dia.

O evento foi organizado pelas famílias ligadas à Associação Brasileira das Vítimas com o Voo da Chapecoense (ABRAVIC), com apoio da Prefeitura de Chapecó e da Chapecoense. Cerca de 15 mil pessoas compareceram na Arena Condá, também para prestar sua homenagem, com as luzes das telas de celular formando milhares de estrelas nas arquibancadas.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here