Ampliar a equipe multidisciplinar nas escolas de Chapecó. Esse foi o propósito do vereador César Valguda (PC do B), ao apresentar uma Moção de Apelo à Prefeitura e à Secretaria Municipal de Educação. O documento foi aprovado em sessão ordinária e pretende solicitar mais contratações de assistentes sociais e psicólogos nos estabelecimentos de ensino do município.

Recentemente, o Congresso Nacional aprovou uma lei que dispõe sobre a presença de serviços de assistência social e psicólogos nas escolas. Em Chapecó há o dispositivo da lei 5178 de 28 maio de 2007, que autoriza o município para a estruturação de equipes multiprofissionais em escolas municipais que possuem acima de 500 estudantes.

Foto: Arquivo Rádio Chapecó

Mesmo com leis federal e municipal, o vereador Valduga lembra que em Chapecó apenas sete instituições de ensino atuam com tal capacidade, sendo elas cinco em escolas municipais (EBMs) e duas em estabelecimentos Parque Cidadã (EPCs). “Reiteramos que é necessário uma nova abordagem estratégica, pois escolas com menor número de estudantes também têm demandas as quais o conjunto multiprofissional pode desenvolver estratégias de fortalecimento escolar”, destacou.

Valduga ainda propõe a alteração na lei municipal, para que escolas com menos de 500 estudantes também possam contar com esses profissionais. A ideia é que sejam atendidas por equipe multiprofissional de forma regionalizada, de acordo com a divisão do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) de Chapecó. A divisão corresponde às regiões da Efapi, Seminário, Marechal Bormann, São Pedro, Cristo Rei e Líder. São sete unidades do CRAS, sendo que dois deles estão localizados na região da Efapi.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here