A arrecadação total bruta em abril registrou R$ 2,99 bilhões, alta de 5,2% em comparação a março. Deste valor, R$ 2,37 bilhões correspondem ao ICMS, principal tributo estadual. A governadora Daniela Reinehr destaca que os bons números são resultado dos esforços do Governo do Estado em prol da recuperação da economia, em paralelo aos avanços obtidos no combate à Covid-19.

“É importante destacar que obtivemos o resultado expressivo na arrecadação estadual, mesmo com nossos esforços voltados prioritariamente à saúde das pessoas. Inclusive, no mês de abril sancionei uma lei que isenta o ICMS da importação de vacinas e insumos para a fabricação de imunizantes contra a Covid-19. Continuaremos empenhados na busca pelo melhor dos dois cenários: uma economia forte e a melhora gradual no quadro da Covid-19 em Santa Catarina. Somos capazes de superar ambas as crises”, declara.

Foto: Arquivo Rádio Chapecó

Em relação ao mesmo mês do ano passado, o crescimento foi de 51,2%. A alta foi significativa principalmente porque, em março de 2020 o Estado decretou restrição de atividades, o que refletiu na retração da arrecadação nos meses seguintes.

“Tivemos uma queda brusca na receita no ano anterior, sobretudo entre os meses de abril a junho, período que corresponde ao começo da pandemia de Covid-19 no país. Por conta disso, o percentual de crescimento em abril, em comparação aos números do ano anterior, é bem expressivo, demonstrando a pujança da economia catarinense e o controle fiscal”, disse o secretário de Estado da Fazenda (SEF), Rogério Macanhão.

O setor que mais cresceu foi novamente o de materiais de construção. Em abril de 2020, a arrecadação do setor de materiais para construção foi de R$ 71,2 milhões e, nesse ano, atingiu R$ 185,8 milhões, crescimento de 160,8%. Outros setores que registraram números positivos foram o de redes de estabelecimentos, com alta de 119,7%; e o têxtil, com 97,6% a mais que o mesmo período em 2020.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here