No Brasil, há cerca de 1,2 milhão de pessoas cegas – um número que poderia ser muito menor se houvesse um diagnóstico e tratamento precoce da doença. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a cegueira pode ser revertida em até 80% dos casos que têm acompanhamento médico desde os primeiros sintomas.

Para conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce de doenças da visão, a campanha Abril Marrom alerta sobre os principais males que podem levar à cegueira. “Os olhos podem ser afetados por mais de três mil doenças. Destas, quatro são as principais causas da perda de visão: a catarata, a degeneração macular da idade, glaucoma e problemas derivados da diabetes (retinopatia e edema macular diabético)”, esclarece o Dr. Ayrton Ramos, presidente da Associação Catarinense de Oftalmologia, entidade que apoia as ações de conscientização do Abril Marrom em Santa Catarina. OUÇA: 

 

A catarata, que causa embaçamento e diminuição da visão, é uma das doenças que mais levam à cegueira, mas o problema é reversível com a cirurgia de implante de uma lente dentro do olho. Em casos mais avançados, porém, a perda da visão pode ser irreversível, alerta o Dr. Ayrton. Para os idosos, outro fator de risco é a degeneração macular da idade, que afeta a retina central e pode também não ter cura se não for tratada a tempo. O mesmo ocorre com as doenças da visão decorrentes da diabetes.

Para o presidente da Associação, uma das enfermidades que demandam mais cuidados é o glaucoma. “Trata-se de uma enfermidade traiçoeira, que não apresenta sintomas no começo e quando o paciente percebe que há um problema, acaba sendo muito tarde para que os tratamentos tenham o efeito necessário para reverter a perda de visão”, comenta.

A melhor forma de prevenir a cegueira é a realização de consultas com médicos oftalmologistas, especialmente para quem tem mais de 40 anos. A partir desta idade, o mais indicado é a realização de consultas anuais. “Mas a prevenção não tem idade, seja para crianças, jovens, adultos e idosos. Por meio de exames oftalmológicos é possível descobrir uma série de outros problemas de saúde que vão além da visão”, diz o Dr. Ayrton Ramos.

Para quem quer saber mais sobre as doenças oculares, formas de prevenção e tratamentos necessários, a Associação Catarinense de Oftalmologia disponibiliza em seu site (www.sociedadesco.org.br) a cartilha online “Saúde dos Olhos”, que faz parte de uma campanha de conscientização inédita no país e que já distribuiu mais de 5 mil exemplares para a população, órgão de saúde e setores do poder público.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here