A vice-governadora Daniela Reinehr acompanhou, em Chapecó, a reunião desta quinta-feira da força-tarefa estabelecida entre Estado, prefeituras e Ministério da Saúde no combate à Covid-19 na região Oeste. O encontro do Centro Integrado de Operações de Enfrentamento à Covid-19 foi realizado no CIGERD Chapecó e definiu a preparação do Governo do Estado para a abertura de 150 novos leitos clínicos em Chapecó e região na próxima semana. 

A medida visa sanar o quadro de colapso no sistema de saúde da região, em decorrência do aumento e do agravamento dos casos da doença. Outras metas são reduzir internações nas UPAs e as transferências de unidade dos pacientes que não precisem de UTI. A vice-governadora ouviu os relatos dos gestores municipais, hospitalares e do SAMU sobre os maiores desafios que são ajustes administrativos e a contratação de profissionais da saúde, o volume de pacientes que necessita de transporte com suporte avançado e a urgência na abertura dos novos leitos de UTI.  

“Estamos tratando como fundamental o acompanhamento e o suporte diário aos grupos de trabalho e aos municípios onde as medidas emergenciais estão sendo implementadas. Cada dia é uma situação nova a ser superada, o que gera novas dúvidas e constante necessidade de adaptação. Estamos investindo e trabalhando para conseguir, junto com os profissionais da saúde e a população, a vencer este momento difícil para Chapecó e região”, afirmou Daniela. 

Ativação de 22 leitos de UTI a partir desta sexta 

No Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, a preparação é para a ativação de 22 leitos de UTI para que oito estejam atendendo ainda nesta sexta-feira, 19, e os demais, na segunda-feira, 22.  

Entre outras deliberações, o secretário Adjunto de Estado da Saúde de Santa Catarina, Alexandre Fagundes, informou que a secretaria está realizando o levantamento na rede hospitalar da região Oeste para a abertura dos 150 leitos clínicos a partir da próxima semana. O secretário Municipal de Saúde de Chapecó, Luiz Carlos Balsan, ressaltou a importância da medida. 

“O cenário nas UPAs é muito crítico, com pessoas que já chegam muito debilitadas e ficam internadas lá, o que não é o ideal”,  declarou Balsan. 

Sobre o transporte de pacientes, três ambulâncias estão em Chapecó, aguardando a chegada de novos profissionais de saúde e uma está sendo equipada na capital para envio na próxima semana.  Para reforçar a atenção primária, a Secretaria de Estado da Saúde está enviando 90 oxímetros, para medição da oxigenação dos pacientes em unidades de saúde da região.  

Agenda da vice-governadora com prefeitos 

Após a reunião no CIGERD, a vice-governadora cumpriu a primeira agenda com prefeitos no gabinete de João Rodrigues, às 17h. Daniela recebeu informações sobre a evolução do quadro da COVID-19 na cidade, colocou-se à disposição para buscar um atendimento eficiente de demandas e trocou informações sobre pedidos ao governo federal e o suporte prestado. Nesta sexta, às 9h, ela visita o gabinete do prefeito de Xaxim, Edilson Antônio Folle e, às 11h, reúne-se com o prefeito de Xanxerê, Oscar Martarello. Às 14h, a vice-governadora conversa com a Coordenadora Regional de Saúde do Estado na região, Otília Rodrigues. 

Centro Integrado de Operações de Enfrentamento à Covid-19 

Compõem o Centro Integrado de Operações de Enfrentamento à Covid-19, instalado em Chapecó pelo Governo do Estado na última terça-feira, 16, representantes do Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde, gestores da rede hospitalar catarinense, Defesa Civil, Bombeiros, SAMU, Grupo de ações coordenadas (GRAC) e forças de segurança, Federação Catarinense de Municípios, Ministério Público, Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS) AMOSC e Comissão Intergestores Regional. 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here