A Polícia Civil, através da DPCAMI de São Miguel do Oeste, concluiu investigação que apurava ameaças e stalking que uma mulher de São Miguel do Oeste vinha sofrendo através da internet.

A vítima era constantemente constrangida por contatos feitos a partir de perfil falso na plataforma Facebook e por mensagens enviadas através de e-mail cadastrado em nome de desconhecidos, mediante ameaças.

Segundo a Delegada de Polícia da DPCAMI, “a prática de stalking acontece quando a vítima sofre perseguição obsessiva, de forma reiterada e continuada, causando medo, perturbando sua saúde psicológica e afetando sua privacidade. No Brasil, a prática é tipificada pelo Direito Penal como contravenção penal.”

A partir de diligências iniciais, o autor foi identificado e localizado em uma cidade do interior de Minas Gerais onde, com apoio da Polícia Civil mineira, foi cumprido mandado de busca e apreensão expedido pelo Poder Judiciário de São Miguel do Oeste. Na residência foram apreendidos diversos dispositivos de armazenamento de dados.

Em sequência, foram rastreados acessos do investigado, o que resultou na confirmação de que se tratava do autor das ameaças e perturbação a que a vítima vinha sendo submetida há meses, por meio de perfis falsos em redes sociais e e-mails cadastrados em nome de terceiros.

O autor responderá pela prática do crime de ameaça e pela contravenção penal de perturbação da tranquilidade.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here