Chapecó terá sete candidatos a prefeito (a). O período de convenções encerrou na quarta-feira (16), mas ainda havia a possibilidade de ajustar alianças no dia seguinte. Após uma quinta-feira de muitas reuniões, ficou decidido que PTB, MDB e PSOL vão de chapa pura.

O PTB confirmou a professora universitária Luciane Stobe como candidata a prefeita e o administrador Nilson Carniel a vice. A Democracia Cristã apoia a chapa.

O MDB anunciou que a dupla, com o vereador Cleiton Fossá, candidato a prefeito, será formada pelo corretor de seguros Giovanni Balen, candidato a vice-prefeito.

O PSOL terá candidatos próprios e não ingressará na frente de oposição. Foram confirmados o professor universitário Antônio Valmor Campos como candidato a prefeito e o secretário sindical Jefferson Kuszkowski a vice-prefeito.

O PSD homologou o ex-prefeito e ex-deputado João Rodrigues como candidato a prefeito e o vereador Itamar Agnoletto, dos Progressistas, como candidato a vice. PL, PSC, PROS, DEM, PSL e Republicanos também estão no projeto da chapa majoritária.

O PSB terá o ex-deputado Cláudio Vignatti como candidato a prefeito. O deputado Pedro Uczai, do PT, compõe como candidato a vice. PDT, PCdoB, Rede Sustentabilidade e PV são os outros partidos da aliança.

Pelo PSDB concorrerão o vereador Márcio Sander, a prefeito, e o médico veterinário Milton Hanauer a vice-prefeito.

O candidato do Patriota é Leonardo Granzotto. A candidata a vice seria Vanusa Maggioni Cella, do PSL, porém com a intervenção estadual no diretório de Chapecó, o partido passou a apoiar a candidatura do PSD. Assim, o Patriota ainda não definiu a candidatura para vice. O partido Avante formalizou apoio.

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here