No final da tarde do último domingo (24), uma guarnição da PM em rondas pela rua Elias Gallon, no bairro Efapi, em Chapecó, abordou alguns suspeitos e nada de ilícito foi encontrado de início.

Em conversa com um deles, identificado como um homem de 27 anos, conhecido por diversos delitos, o mesmo ficou bastante nervoso com relação ao seu celular. De acordo com a PM, questionado se havia algo de errado, se era furtado, por exemplo, ele negou e, inclusive, disse que os policiais poderiam verificar.

Em uma rápida olhada, foi verificado que o celular era dele. Foram também localizadas fotos de uma arma de fogo no aparelho. Ao ser questionado sobre, ele disse que não possuía mais, enfatizou que os policiais poderiam até olhar na casa dele, rua Bem-te-Vi, se não acreditassem.

Após algumas diligências e buscas, a arma foi localizada próximo ao local da abordagem, escondida ao lado de um veículo. Tratava-se de um revólver marca Taurus Calibre .32 com numeração aparente e com seis munições intactas no tambor.

Após a localização da arma, ele admitiu tê-la comprado por R$ 2 mil. Perguntado sobre a documentação, admitiu não ter qualquer documentação. Diante dos fatos, foi preso e conduzido à Central de Plantão Policial (CPP), para os procedimentos cabíveis.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here