Com a pandemia do coronavírus, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Chapecó, mantém de forma remota os atendimentos considerados fundamentais. Isso ocorre nas áreas clínica, assistencial e pedagógica mediante orientações via online aos usuários.

Para que a instituição possa continuar com os trabalhos, foram criados grupos de atendimento via plataforma WhatsApp. São 232 famílias cadastradas que recebem as orientações da Apae Chapecó. Nesses grupos, as famílias também são orientadas para que sigam as redes oficiais da prefeitura de Chapecó, a fim de obter dados oficiais e informações quanto à vacinação nas unidades de saúde e notícias de relevância em vista da pandemia do coronavírus.

Foto: Arquivo Rádio Chapecó

Para as atividades pedagógicas aos alunos da Apae, foram criados grupos por nível de atendimento. Através desses grupos de usuários a coordenação repassa as atividades diárias a cada um deles.

Quanto às orientações de atendimento clínico, conforme a diretora Nara Valiati, estão sendo realizadas de forma online e individual. Já os receituários médicos são feitos pelos profissionais da área e entregues às famílias. A diretora cita, também, que informações sobre direitos a recursos estão sendo dadas pelo serviço social da Apae.

Para mensagens entre a instituição e as famílias dos usuários, a página da Apae Chapecó no Facebook também é um canal de acesso. Além disso, outra ação neste momento compreende a destinação de cestas básicas para famílias que apresentam maior necessidade socioeconômica.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here