A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Saudades, cumpriu na noite da última sexta-feira (27), mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 41 anos, suspeito de ter abusado sexualmente da própria filha, uma menina de 6 anos, neste município.

A Polícia Civil recebeu denúncia de que um homem teria abusado sexualmente da própria filha em Saudades. Diante da gravidade do crime praticado, foi instaurado inquérito policial para apurar o fato e, de pronto, os investigadores passaram então a realizar as diligências necessárias ao esclarecimento do ocorrido.

LEIA MAIS: Prefeitura atende pedidos da ACIC e prorroga pagamento de impostos

Tão logo comprovada a prática criminosa, a Autoridade Policial responsável representou pela prisão do investigado. O Ministério Público, do mesmo modo, requereu a prisão preventiva dele, que foi decretada pela juíza plantonista e cumprida pela PC.

As provas coletadas, inclusive com imagens, demonstraram claramente que ele praticou várias vezes atos libidinosos com a criança, o que foi confirmado inclusive pela mãe do preso (e avó da menina). O autor do crime confessou perante o Delegado o abuso, alegando que o fez “sem pensar”.

O preso foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada de Maravilha. O inquérito policial será concluído nos próximos dias e remetido ao Poder Judiciário. A ação contou com o apoio das Delegacias de Pinhalzinho e Bom Jesus do Oeste.

Com informações: Polícia Civil 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here