O prefeito de Chapecó Luciano Buligon assinou nesta manhã (16) o decreto de recomendações com respostas de enfrentamento ao Coronavírus. Foi criada uma Comissão, composta por todas as entidades envolvidas, entre elas: profissionais de saúde, hospitais e clinicas que avaliará diariamente a situação do Coronavírus e tomará medidas conforme as situações forem acontecendo.

Entre as medidas adotadas no decreto estão:

– Suspensão das atividades coletivas em grupos de prevenção na Atenção Básica, entre eles, cursos de gestantes, hipertensos e diabéticos e demais grupos da Secretaria de Saúde;

– Na Cidade do Idoso, mantem-se os atendimentos médicos e suspende-se todos as atividades coletivas;

– Suspensão ou cancelamento de eventos com mais de 100 pessoas em locais fechados e com mais de 250 pessoas em locais abertos;

– Recomendação para as pessoas que viajaram para os locais que tiveram casos confirmados ou que passaram por aeroportos internacionais, que ao retornarem, fiquem de quarentena por 7 dias e avaliem os sintomas;

– Orientação para os idosos, que evitem sair de casa e tomem as medidas de prevenção;

– Pedido de sensibilização para que os empresários fiquem atentos aos seus funcionários e dispensem aqueles que apresentarem sintomas.

O município de Chapecó está com três casos suspeitos de Coronavírus. São três mulheres, uma de 73 anos, uma de 44 anos e uma de 22 anos. Elas moram nos bairros São Cristóvão e Cristo Rei. Uma delas voltou dos EUA, outra teve contato com essa primeira e a terceira voltou da Europa. Além desses casos, o município já investigou outros dois casos, que deram negativos de uma família chapecoense que retornou de viagem da Itália. Eram duas mulheres, de 42 e 10 anos.

O caso suspeito não significa que o paciente tem a doença. Os pacientes estão sendo monitorados pelas equipes de saúde. Isso se trata de uma medida preventiva, conforme orientação do Protocolo do Ministério da Saúde, para que se mantenha controle de possíveis contágios de doença respiratória. Ambas as pessoas foram orientadas quanto aos cuidados e estão em quarentena domiciliar conforme orientação do Protocolo do Ministério da Saúde. Não precisa a população ficar alarmada, mas os cuidados são importantes.

O QUE É O NOVO CORONAVÍRUS – COVID-19?

É um novo vírus que tem causado doença respiratória pelo agente Coronavírus, com registro dos primeiros casos na China e disseminando-se por diversos países. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum.

TRANSMISSÃO

As investigações sobre transmissão do novo Coronavírus ainda estão em andamento, mas sabe-se que a disseminação por contato está ocorrendo. A transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

•Gotículas de saliva;

•Espirro;

•Tosse;

•Catarro;

•Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

•Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

SINTOMAS

Os sintomas são semelhantes a um resfriado – com febre, dor de garganta, tosse e dificuldade para respirar. Casos mais graves podem evoluir para infecções do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Os casos suspeitos e que precisam ser investigados são: pacientes com febre, e mais um sintoma respiratório E que tenham viajado nos últimos 14 dias, antes do início dos sintomas, para área com transmissão local, de acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde – Alemanha, Austrália, Camboja, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Filipinas, França, Irã, Itália, Japão, Malásia, Singapura, Tailândia, Vietnã OU tiveram contato próximo com caso suspeito ou confirmado para o novo Coronavírus.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo Coronavírus.Entre as medidas estão:

• Lavar as mãos frequentemente com água e sabão e usar álcool em gel sempre que possível;

• Manter ambientes arejados;

• Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

• Evitar contato próximo com pessoas doentes;

• Ficar em casa quando estiver doente;

• Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

• Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

COLETIVA

A Comissão realizará uma coletiva com a imprensa, para apresentar as decisões e andamento da situação do Coronavírus em Chapecó. Ela acontecerá na terça-feira 17/03, às 14 horas, no auditório da Prefeitura de Chapecó.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here