A Polícia Militar (PM) de Chapecó foi acionada às 13h desta quinta-feira (12) para verificação de ocorrência de cárcere privado. Inicialmente, foi feito contato com a informante, que relatou ter recebido um pedido de ajuda da mãe por celular.

Ela estaria presa em casa, sob ameaças do companheiro, homem de 40 anos. A informação era de que esse homem teria feito disparos na cama e no quarto durante a madrugada de hoje.

Com apoio das outras guarnições, a PM deslocou até a residência, na rua Uruguai, bairro Saic. Mediante autorização da mãe do suspeito, os policiais entraram.

A Polícia Militar confirmou as denúncias e, em revista, localizou um revolver calibre .38 com numeração adulterada, municiada com uma munição percutida e não deflagrada e uma deflagrada. Sob o criado mudo foram encontradas 32 gramas de substância semelhante a maconha, dois gramas de substância semelhante a cocaína e R$ 500 em espécie. Sobre o roupeiro, encontraram resquícios de substância semelhante a cocaína e um pacote de bicarbonato de sódio.

Ainda, no bolso do homem, havia 10 munições intactas calibre .38 e um celular LG. No quarto foram observados danos na parede e, na cama, marcas semelhantes a perfuração de disparo de arma de fogo.

Todos os objetos foram apreendidos e o acusado recebeu voz de prisão, sendo conduzido até a Delegacia de Polícia. O relato da vítima foi gravado pela câmera policial.

Também foram encaminhadas para a Delegacia a solicitante e a vítima, que confirmou estar em cárcere privado e mantida sob ameaças com arma de fogo, em constante violência doméstica. Ambas disseram que o autor faz parte de uma facção criminosa.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here