O Natal é o período de maior movimentação econômica no comércio em geral. Para orientar os empresários em suas estratégias para o fim de ano e revelar as principais tendências de consumo nas compras de Natal, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio/SC) realizou pesquisa de intenção de compras em Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí. Em Chapecó esse levantamento teve a participação do Sindicato do Comércio, através da Divisão de Pesquisa e Estatística (Sicom Pesquisas), e ocorreu entre os dias 14 e 23 de novembro.

Em Chapecó, o valor previsto para ser destinado aos presentes de Natal aumentou significativamente, em relação aos dois últimos anos, e chega a R$ 482,76, enquanto no ano passado foi de R$ 392,78 e em 2017 de R$ 372,70. Já o gasto médio para o Estado indicado pela pesquisa é de R$ 493,74, também acima do ano passado, quando foi de R$ 486,80.

Outro dado obtido pela pesquisa mostra que os chapecoenses estão com situação financeira melhor, comparativamente com o mesmo período do ano anterior, conforme 42,1% dos entrevistados. Em relação à forma de pagamento, 72,4% dos chapecoenses optam pela quitação em dinheiro à vista. Em seguida vêm: parcelado no cartão de crédito – 15,5%; à vista no cartão de crédito – 5,7%; e parcelamento no crediário – 3%.

Conforme a pesquisa, em Chapecó 57,6% dos consumidores apresentam preferência em presentear com vestuário e 12,8% optam pelos brinquedos. Quanto ao local onde as compras serão realizadas, 69,4% realizarão no comércio de rua, seguindo-se as opções por shopping e internet.

Imagem: Extra Comunica

Além de movimentar o comércio tradicional, o Natal também apresenta impactos para o setor de serviços. É grande o número de famílias que aproveitam o dia para realizar alguma programação especial. Em Chapecó, 12,1% dos entrevistados irá realizar alguma viagem, seja nos dois feriados ou em apenas um deles. Contudo, também é grande o percentual de pessoas que não irá viajar (69,4%), ou seja, provavelmente irá aproveitar a data para ficar em casa.

Ainda conforme o levantamento, os consumidores chapecoenses estão de olho nas ações do comércio. Diante disso, 48% dos entrevistados em Chapecó indicaram que valorizam o preço, preferência que é seguida pela qualidade do produto (31%) e pelo atendimento (12%).

Décimo terceiro – A pesquisa também teve como objetivo verificar algumas situações complementares, que são características desta época do ano e que influenciam o comércio no período do Natal. Assim, buscou-se compreender se os consumidores terão o décimo terceiro em dezembro e qual a destinação deste acréscimo no salário. Em Chapecó, 55,2% informaram que recebem décimo terceiro e que, destes, a prioridade será o pagamento de dívidas (28,7%).

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here