A rede estadual de ensino de Chapecó terá 1.300 vagas para novos alunos no ano que vem. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, nesta quinta-feira, 5, no município. Destas, 120 serão abertas na EEB Professora Irene Stonoga, que vai integrar o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares do Governo Federal.

A unidade é a terceira escola estadual em Santa Catarina anunciada para receber o modelo. Atualmente ela tem 599 alunos do ensino fundamental e médio, e deve receber mais quatro turmas no período vespertino. A EEB Professor Ângelo Cascaes Tancredo, em Palhoça, e a EEB Emérita Duarte Silva e Souza, em Biguaçu, ambas na Grande Florianópolis, foram as primeiras confirmadas pela Secretaria de Estado da Educação (SED) no novo programa.

Fotos: Divulgação / SED

No dia 1º de novembro, a SED recebeu a confirmação do Ministério da Educação (MEC) de que poderia selecionar uma escola estadual em Chapecó, como nova cidade contemplada pelo programa fora da região metropolitana da Capital. A Secretaria então tomou as medidas necessárias para validar a escolha da unidade: comunicado à escola e aprovação junto à comunidade escolar, requisitos do Governo Federal.

Além disso, estão sendo providenciadas adaptações para o início das atividades no novo modelo em 2020. A escola passará por melhorias em ambientes para prática de esportes e música, contará com acessibilidade, entre outras.

O secretário da Educação lembra que as adequações ao programa federal preservam a autonomia e a liderança da gestão escolar, exercida pelos diretores e atuação dos educadores. Enquanto as duas escolas da Grande Florianópolis terão reforço dos militares das forças armadas, em Chapecó, a EEB Irene Stonoga contará com a presença de militares da reserva da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Mais 1.180 mil vagas em nova escola

A abertura da EEB Zitta Flach, em Chapecó, proporcionará as outras 1.180 novas vagas para o ano letivo de 2020. Além das vagas para o ensino fundamental, anos finais, e médio em três turnos, a escola traz uma novidade para a educação catarinense. É o modelo smartschool, que conta com um Espaço Maker para trabalhar com os alunos a cultura do aprender por meio de experimentos.

Regional de Dionísio Cerqueira recebe novos materiais

O secretário da Educação Natalino Uggioni ainda esteve em Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste, onde formalizou a entrega de equipamentos de tecnologia, mobiliário, higiene e limpeza em escolas de toda a Regional. Seis caminhões irão fazer as entregas em 26 escolas de oito municípios da região.

“Essas ações são a materialização do que prevê o programa Minha Nova Escola, concebido na gestão do governador Moisés. Em visitas e num um gesto simbólico de entrega a 26 escolas da Regional de Dionísio Cerqueira, representamos hoje o investimento que vem sendo feito em equipamentos de tecnologia, mobiliário, em abertura de novas vagas e programas pela qualidade do ensino”, resumiu o secretário.

Os 50 microcomputadores, 20 tabletes, 19 computadores, 17 projetores multimídia, 13 aparelhos de som, 3 caixas de som e 3 suportes para projetor fazem parte do investimento de R$ 39 milhões no eixo Educação Inovadora do programa Minha Nova Escola. Estão sendo entregues também itens de mobília, como cadeiras, bancos, pufes, balcões, mesas para palco, gaveteiros e armários.

Informações Secom/SC

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here