O deputado estadual Altair Silva (Progressistas) apresentou na Assembleia Legislativa duas emendas, uma na Lei Orçamentaria Anual (LOA) e outra no Plano Plurianual (PPA) de 2020, para garantir a manutenção da SC-283, uma das principais vias de escoamento da produção do Oeste Catarinense.

O principal corredor da produção de proteína animal da região está em situação precária. Nas últimas semanas o deputado apresentou e cobrou na casa legislativa diversas indicações pedindo a manutenção preventiva e a revitalização da via. “Queremos que pelo menos as manutenções necessárias sejam realizadas. O Governo quer garantir apenas 266 mil para o próximo ano, e a nossa emenda vai colocar mais R$ 12 milhões para 2020”, destacou Altair.

Segundo as propostas, além do valor já garantido pelo Governo do Estado, a intenção é que para 2020 sejam disponibilizados R$ 12 milhões e, mais R$ 50 milhões para os próximos quatro anos, já que a Secretaria da Infraestrutura informou que aguarda um financiamento para que a rodovia possa ser revitalizada. “A nossa intenção é de que a rodovia seja revitalizada por completo urgentemente, mas até que isso aconteça, precisamos pelo menos manter as manutenções paliativas, para minimizar os prejuízos e, a insegurança de quem trafega pela via”, cobrou o coordenador da Frente Parlamentar em Defesa das Rodovias do Grande Oeste, Altair Silva.

A falta de acostamento, terceiras pistas, e os constantes buracos na via estão entre os principais problemas da rodovia, que inicia em Concórdia e vai até Itapiranga, no Extremo Oeste, e tem pouco mais de 233 quilômetros. “Acontecem dezenas de acidentes e os motoristas tem prejuízo quando rodam. Queremos fazer uma força-tarefa para darmos aos catarinenses rodovias em excelentes condições. Os trabalhadores, os doentes, as riquezas produzidas, tudo passa pelas nossas rodovias”, reiterou Altair.

Ouça o deputado estadual Altair Silva:

Audiências Públicas – Em setembro Altair Silva foi proponente de duas audiências públicas, uma Mondaí e outra em Concórdia, para discutir o assunto. Nos eventos foram comuns os depoimentos e reclamações quanto às más condições de trafegabilidade e segurança da via, e também a dificuldade de permanência de empresas na região, devido à dificuldade no acesso, o que acaba por tirar as condições para que as pessoas permaneçam no campo e tenham emprego na cidade.

SC-283 – A via passa que por Arabutã, Itá, Seara, Arvoredo, Chapecó, Guatambu, Planalto Alegre, Águas de Chapecó, São Carlos, Palmitos, Caibi, Riqueza e Mondaí, é importante para conexões com estados vizinhos, como o Rio Grande do Sul e Paraná, e também a Argentina. A 283 é considerada o eixo das agroindústrias, pois no trecho encontram-se unidades da BRF, JBS e Aurora, as três maiores agroindústrias do país.

Para conseguir aprovar as emendas, o deputado proponente busca apoio dos deputados da Bancada do Oeste e da Comissão de Finanças, onde ela vai tramitar.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here