A Rede Feminina de Combate ao Câncer e a Escola Especial Helena Adams Keller – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) do município de Xanxerê receberam, na última semana, a doação de dois terrenos de um loteamento localizado no bairro Linha Serrinha.

A entrega é resultado de um acordo judicial promovido pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Xanxerê, com dois proprietários do Loteamento Altos da Serrinha.

O acordo faz parte de um processo que teve início em 2015 buscando a regularização do Loteamento. Para resolver a irregularidade, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi firmado com os empreendedores, mas não teve cumprimento dentro do tempo previsto. O Promotor de Justiça Marcos Augusto Brandalise, titular da 2ª PJ de Xanxerê, decidiu, então, iniciar uma ação judicial. Como forma de resolver a situação, os proprietários do Loteamento aceitaram realizar o pagamento de multa por meio da destinação dos terrenos às entidades sociais do município.

Os terrenos, com cerca de 330m², são avaliados entre R$ 60 e R$ 80 mil. As entidades poderão alienar, vender ou dispor dos lotes da maneira que lhes convêm.

Compareceram à solenidade de formalização da doação os representantes da Rede Feminina e da APAE, a advogada dos empreendedores e o Promotor de Justiça.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here