O Avaí, já rebaixado, recebeu a Chapecoense, ainda com chances matemáticas, no começo da noite de domingo (24) pela 34ª rodada da Série A. Foi o quinto jogo do ano entre as duas equipes: três pelo Campeonato Catarinense e os outros dois pelo Brasileirão.

Na preliminar, o Avaí derrotou a Chapecoense pela decisão do Estadual Sub-15, na mesma Ressacada.

A partida se arrastava, desde o início, em um sonolento zero a zero. O time da casa até assustou aos sete minutos, com Richard Franco, e a Chape com Roberto, aos 37. O primeiro tempo terminou empatado e sem gols na capital do Estado. Nada muito além do esperado em uma partida entre os dois últimos colocados na tabela de classificação. Os dois times saíram vaiados de campo.

Foto: Guilherme Griebeler

Não houve alterações no intervalo. E logo aos cinco minutos, o zagueiro Hiago ergueu muito o pé contra Matheus Barbosa e recebeu o cartão vermelho. E a Chapecoense havia começado melhor o segundo tempo. Marquinhos Santos tirou Camilo e colocou em campo o Maurício Ramos para recompor a zaga.

Por gesto obsceno ao torcedor de seu time, Matheus Barbosa foi expulso aos 12 minutos, quando saia de campo para ser substituído. Pelo menos a igualdade numérica estava estabelecida dentro do gramado, dez para cada lado.

Foto: Márcio Cunha (ACF)

Everaldo teve grande oportunidade aos 27 minutos, quando recebeu de Roberto e chutou forte, exigindo a defesa do goleiro Vladimir. E foi de Everaldo o gol aos 31 minutos da segunda etapa. Kayzer fez a jogada pela esquerda e cruzou para o artilheiro marcar. Chape um a zero no placar. Ouça a narração de Herter Antunes:

Pela primeira vez a Chape venceu duas em sequência dento do Brasileirão. Com 28 pontos, a diferença caiu para oito pontos em relação ao Cruzeiro, primeiro fora do Z-4.

Na quarta-feira (27) a Chapecoense recebe o Botafogo, às 19h30, na abertura da 35ª rodada. Mais 12 pontos estarão em disputa até o dia 8 de dezembro.

Avaí: 89)Vladimir 97)Lourenço (Matheus Lucas) 63)Kunde 33)Marquinhos Silva 23)Igor Fernandes 16)Luanderson (Luan Pereira) 27)Richard Franco 8)Matheus Barbosa 70)Caio Paulista (Igor Goularte) 19)João Paulo 30)Vinícius Araújo Técnico – Evando

Chapecoense: 1)João Ricardo 2)Eduardo 23)Douglas 35)Hiago 6)Bruno Pacheco 8)Márcio Araújo 10)Gustavo Campanharo (Renato Kayzer) 88)Camilo (Maurício Ramos) 90)Roberto 77)Everaldo 27)Arthur Gomes (Dalberto) Técnico – Marquinhos Santos

Arbitragem: Raphael Claus (Fifa), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa) e Anderson José de Moraes Coelho (CBF) – Trio de SP. Quarto Árbitro: Edson da Silva (CBF/SC) / Analista de Campo: Cleidy Mary dos Santos Nunes Ribeiro (CBF/SC) / Árbitro de Vídeo: José Claudio Rocha Filho (CBF/SP) / Assistente de Vídeo 1: Vinicius Furlan (CBF/SP) / Assistente de Vídeo 2: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF/SP) / Observador de VAR: Marcos André Gomes da Penha (CBF/ES)

Cartão vermelho: Hiago (Chap); Matheus Barbosa (Ava)

Cartões amarelos: Douglas (Chap);

Estádio: Ressacada, em Florianópolis

Horário: 19h (Domingo, dia 24/11/19)

Público: 2.316

Renda: R$ 41.486,00

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here