O jogo da noite de domingo (10) colocou no gramado da Arena Condá, em Chapecó, o Grêmio, querendo se consolidar na quarta posição e na busca por vaga na fase de grupos da Libertadores da América, e a Chapecoense, jogando as últimas fichas para tentar o milagre de escapar do rebaixamento.

Partida difícil. Tão complicada que aos dois minutos o tricolor fez um a zero. Alisson cobrou escanteio e Luciano, de bicicleta, mandou para as redes. Bobeira da zaga verde e branca.

Foto: Márcio Cunha (ACF)

O Grêmio dominava, tinha mais posse de bola no começo de jogo. A Chape melhorou em campo a partir dos 15 minutos e até tentava, mas não conseguia concluir em gol, mesmo com escanteios em seu favor.

O Verdão teve bons momentos a partir dos 30 minutos. Porém, faltava o gol. Renato fazia boa partida. Aos 40 minutos, ele avançou pela direita e cruzou, Camilo escorregou e finalizou mal. A primeira etapa foi encerrada com a vitória parcial do time gaúcho, por um a zero.

Douglas, com lombalgia, foi substituído por Vinícius Locatelli ainda no intervalo. No começo do segundo tempo, João Ricardo dava conta do recado. O Grêmio pediu pênalti em Luciano, que se chocou com zagueiros aos 19 minutos, mas o árbitro, com auxílio do VAR, nada marcou.

Foto: Márcio Cunha (ACF)

Dalberto foi o segundo a entrar em campo, no lugar de Camilo, aos 27 minutos. A rola até rolava, com poucas paradas. No entanto, as finalizações eram poucas. Gustavo Campanharo foi outro a entrar, na vaga de Arthur Gomes.

O tempo passava e o placar construído no segundo minuto se mantinha. E foi esse gol que fez a diferença. O time da casa se esforçou e o tricolor gaúcho não fez grande atuação. Final: Chapecoense 0x1 Grêmio.

O Verdão do Oeste permanece com 22 pontos, na 19ª posição. O Grêmio subiu para 56 pontos, na quarta colocação. O próximo jogo será novamente em casa, Chape x Ceará, no domingo (18) às 18h. Não haverá rodada no meio de semana. A Chape ainda disputa 18 pontos (6 jogos) e poderá chegar, no máximo, aos 40 ao fim do Campeonato Brasileiro.

Chapecoense: 1)João Ricardo 19)Renato 23)Douglas (V. Locatelli) 33)Rafael Pereira 6)Bruno Pacheco 55)Amaral 8)Márcio Araújo 88)Camilo (Dalberto) 90)Roberto 77)Everaldo 27)Arthur Gomes  (Campanharo) Técnico – Marquinhos Santos

Grêmio: 1)Paulo Victor 42)Rafael Galhardo 33)David Braz 4)Kannemann 29)Juninho Capixaba 37)Darlan (Paulo Miranda) 14)Matheus Henrique 23)Alisson 11)Everton 18)Luciano (Patrick) 9)Diego Tardelli (Pepê) Técnico – Renato Gaúcho

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (Master). Auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (CBF) – Trio do RJ / Quarto Árbitro: Fernando Henrique de Medeiros Miranda (CBF)/SC) / Analista de Campo: Claudemir Maffessoni (CBF/SC) / Árbitro de Vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga (CBF/RJ) / Assistente de Vídeo 1: Joao Batista de Arruda (CBF/RJ) / Assistente de Vídeo 2: Carlos Henrique Cardoso de Souza (CBF/RJ) / Observador de VAR: Sergio Cristiano Nascimento (CBF/RJ)

Cartões amarelos: Everaldo, Amaral (Chap); Matheus Henrique, Patrick (Gre)

Estádio: Arena Condá, em Chapecó

Horário: 19h (Domingo, dia 10/11/19)

Público: 13.335

Renda: R$ 839.850

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here