Um pedido de reintegração de posse do prédio em que se localiza a Reitoria da Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS), no centro de Chapecó, foi protocolado na quinta-feira (5) pela assessoria do novo reitor, Marcelo Recktenvald. Ele foi nomeado na última sexta-feira (30) e empossado na quarta-feira, dia 4. Tão logo saiu a nomeação, iniciaram os protestos. O motivo, segundo o movimento – na maioria formado por estudantes, é que na tríplice lista com os mais votados no processo eleitoral da universidade, Marcelo teve a menor votação e mesmo assim foi o escolhido pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Recktenvald retornou a Chapecó à tarde passada e despacha em local improvisado. Nesse mesmo dia, o pedido de reintegração de posse foi encaminhado e já está com a juíza Heloisa Menegotto Pozenato, da Segunda Vara Federal de Chapecó. É a Justiça Federal que a partir de agora coordena o diálogo de conciliação entre os evolvidos.

Um encontro de conciliação deve acontecer na próxima terça-feira, dia 10, e a expectativa é que estejam presentes representantes do movimento de estudantes e da Reitoria. Um encontro prévio entre a Justiça e o movimento de ocupação já ocorreu na tarde desta sexta-feira. Por enquanto, o prédio segue ocupado pelos manifestantes.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here