A tarde de sábado (10) foi de futebol. Ceará e Chapecoense abriram a 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). Se na rodada anterior Emerson Cris não pode contar com Henrique Almeida, neste sábado ele substituiu o vice-artilheiro da Série A, Everaldo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O Verdão não começou bem a partida, tanto que logo no princípio Márcio Araújo perdeu uma bola e Tiepo teve de salvar a equipe. O time da casa até marcou um gol, aos 12 minutos, com Wescley, mas com a intervenção do VAR, foi anulado.

A Chapecoense não aproveitava as bolas paradas e pecava, de novo, nas finalizações.

O árbitro, um tanto confuso, deu seis minutos de acréscimos na primeira etapa. E aos 50 minutos, Thiago Galhardo, aproveitou cobrança de falta e desviou para a rede do goleiro Tiepo. O Vozão foi para o intervalo com a vitória parcial.

Os times voltaram para a segunda etapa sem alterações. Aos 11 minutos Fellipe Cardoso ampliou para o Ceará, fazendo dois a zero. Ele recebeu na área e não perdoou. Aos 13 minutos Bruno Pacheco fez pênalti em Cristovam. Thiago Galhardo, aos 15’, cobrou e fez o terceiro da equipe cearense.

O quarto gol foi marcado aos 30 minutos, por Fellipe Cardoso. O lance foi analisado pela arbitragem de vídeo e Rodrigo Carvalhaes de Miranda anulou. Foi o segundo gol contra a Chapecoense anulado na partida.

O Verdão até descontou aos 43 minutos, com Renato Kayzer, aproveitando escanteio. Só que na nova saída, o Ceará fez o quarto, aos 44’, com Thiago Galhardo, que igualou Everaldo na vice-artilharia do Brasileirão, com sete gols. Assim terminou a partida, com a vitória do Ceará por quatro a um.

Ainda com 10 pontos, o Verdão permanece na Zona do Rebaixamento, podendo cair para a penúltima colocação até o fim da rodada. No domingo, dia 18, tem Chape x Avaí, na Arena Condá, às 19h. O time de Chapecó tem a pior defesa da Séria A, 27 gols sofridos.

Ceará: 12)Diogo Silva 2)Cristovam (William Oliveira) 3)Valdo 13)Luiz Otávio 6)João Lucas 19)Fabinho 8)Ricardinho 27)Wescley (Leandro Carvalho) 45)Lima (Chico) 89)Thiago Galhardo 98)Fellipe Cardoso Técnico – Enderson Moreira

Chapecoense: 98)Tiepo 2)Eduardo 3)Gum 44)Maurício Ramos (Hiago) 6)Bruno Pacheco 8)Márcio Araújo 20)Augusto (Kayzer) 10)Gustavo Campanharo 88)Camilo 27)Arthur Gomes 91)Henrique Almeida (Diego Almeida) Técnico – Emerson Cris

Arbitragem: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (CBF), auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (CBF) – Trio do RJ. Quarto Árbitro: Adriano Barros Carneiro (CBF/CE) / Analista de Campo: Paulo Silvio dos Santos (CBF/CE) / Árbitro de Vídeo: Pathrice Wallace Corrêa Maia (CBF/RJ) / Assistente 1: Carlos Eduardo Nunes Braga            (CBF/RJ) / Assistente 2: Daniel do Espirito Santo Parro (CBF/RJ) / Observador de VAR: Raimundo Nonato Lopo de Abreu (CBF/DF)

Cartões amarelos: Henrique Almeida, Márcio Araújo (Chap); Cristovam, Thiago Galhardo (Cea)

Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Horário: 17h (Sábado, dia 10/08/19)

Público: 20.438 (Pagante) / 990 (Não pagante) / 21.428 (Total)

Renda: 258.266

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here