Chapecoense vence em Joinville

0

O jogo no Norte do estado começou já com o Avaí campeão do turno e classificado para a final do Campeonato Catarinense. Muito embora nem Joinville, nem Chape chegariam mais em primeiro ao final do turno. O JEC, na verdade, briga para não cair, pois iniciou mais uma rodada na zona do rebaixamento.

A primeira boa oportunidade da partida foi da Chape, aos 13 minutos. Dodô lançou Arthur, que cabeceou para a área. Nathan aproveitou, mas a bola subiu demais. O primeiro gol saiu aos 18 minutos. No segundo escanteio em sequência, Dodô cobrou e na confusão dentro da área, Renan tentou cortar e a bola deu no peito de Henrique Mattos. Gol contra, um a zero para o Verdão.

Foto: Beto Lima/JEC
Foto: Beto Lima/JEC

A resposta do time da casa ocorreu aos 21 minutos, quando Fabinho Alves chutou rasteiro para grande defesa de Arthur Moraes, evitando o empate. A bola parou aos 28 minutos, pois o árbitro pediu que o policiamento fosse retirar faixas de protesto. Por mais de dois minutos o jogo ficou parado.

No finalzinho do primeiro tempo o goleiro do Joinville, Jhonatan, foi expulso. Ele saiu da área e derrubou Arthur Caíke. Para colocar o goleiro reserva, Matheus, o técnico Fabinho Santos tirou Aldair, camisa 10 de campo. Na cobrança da falta a favor da Chape, a bola foi desviada e passou perto. E o placar da primeira etapa foi esse: JEC 0x1 Chape.

No intervalo, os treinadores não promoveram nenhuma substituição. A Chapecoense se manteve melhor em campo. Até os 15 minutos foram duas boas oportunidades, uma com Wellington Paulista e outra com Arthur.

A Chapecoense se manteve soberana, sem ser ameaçada. Nenén e Nadson entraram em campo, nos lugares de Dodô e Andrei Girotto. Amaral entrou já aos 37 minutos, no lugar de Arthur Caíke. O jogo era tranquilo. Aos 39 minutos Nadson fez grande lançamento, Niltinho recebeu sozinho titou do goleiro e bola deu no pé da trave. No último minuto, Roberto (JEC) levou o segundo amarelo e foi expulso.

Os gols perdidos não fizeram falta e a Chape venceu o Joinville por um a zero. Com o resultado, a equipe oestina finalizou a rodada na terceira colocação, com 14 pontos, atrás do Avaí (20) e do Brusque (15).

O próximo jogo da Chape será pela Primeira Liga, quarta, às 19h30m, contra o Atlético Mineiro. Pelo Catarinense, o time entra em campo sábado, 16h, diante do Criciúma. Ambos os jogos serão na Arena Condá.

Joinville: 1) Jhonatan 2)Danrlei 3)Henrique Mattos 4)Max 6)Gustavo (Gustavo Xuxa) 5)Roberto 8)Renan Teixeira (Breno) 10)Aldair (Matheus) 7)Fabinho Alves 11)Alex Ruan 9)Marlyson Técnico – Fabinho Santos

Chapecoense: 1)Arthur Moraes 16)Diego Renan 14)Fabrício Bruno  15)Nathan 6)Reinaldo 18)Luiz Antônio 8)Andrei Girotto (Nadson) 28)Dodô (Nenén) 17)Arthur Caíke (Amaral) 11)Niltinho 9)Wellington Paulista Técnico – Vagner Mancini

Arbitragem: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Carlos Berkenbrock e Maria Americano Labes

Cartões amarelos: Roberto-2, Henrique Mattos (JEC); Niltinho, Andrei Girotto (Chap).

Cartão Vermelho: Jhonatan, Roberto – 2 amarelos (JEC).

Estádio: Arena Joinville, em Joinville

Horário: 19h30m

Público: 2.090

Renda: R$ 27.080,00

Ouça a entrevista do técnico Vagner Mancini após a partida:

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here