1º de dezembro: Dia Mundial da Luta Contra a Aids

Saúde alerta para a importância da prevenção combinada para evitar a infecção pelo HIV

 

O mês de dezembro é marcado pela campanha de conscientização, prevenção e luta contra o HIV/Aids, sendo o dia 1º o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, doença que pode ser evitada através de diversos métodos de prevenção utilizados separadamente ou de forma simultânea, a chamada prevenção combinada.

Atualmente, cerca de 47 mil pessoas vivem com HIV em Santa Catarina. Deste total, 99,5% realizam tratamento com antirretrovirais.

Métodos de prevenção que podem ser combinados

  • Camisinha: a camisinha masculina ou feminina deve ser utilizada em todas as relações sexuais. Os preservativos estão disponíveis gratuitamente nos serviços de saúde para toda a população;
  • Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP): indicada para aquelas pessoas com parceiros soropositivos, por exemplo. Consiste na ingestão diária de um comprimido que impede que o HIV infecte o organismo antes mesmo da pessoa ter contato com o vírus;
  • Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP): indicada para pessoas que passaram por uma situação de risco, como ter feito sexo sem camisinha ou ter sofrido um abuso sexual. Consiste no uso de medicamento em até 72 horas após a exposição, devendo ser continuado por 28 dias:
  • Testagem: os testes para detecção de Infecções Sexualmente Transmissíveis devem ser realizados regularmente. Existem testes rápidos que podem ser feitos nas unidades básicas de saúde de forma segura e sigilosa e ficam prontos em até 30 minutos. Gestantes devem ser testadas para o HIV durante o pré-natal e no momento do parto para evitar a transmissão do vírus para o bebê;
  • Tratamento: o tratamento da pessoa que vive com HIV é essencial para evitar o desenvolvimento da Aids. Se realizado de forma correta, o tratamento faz com que a pessoa fique com a carga viral indetectável, ou seja, intransmissível.

Todos os métodos são oferecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesta sexta-feira (01), em Chapecó, está sendo realizada uma ação de testagem rápida e orientações à população. A atividade vai até às 17h, no Terminal Urbano, Rua Clevelândia, nº 152-E, Centro, na Associação dos Diabéticos de Chapecó.

São realizados os testes rápidos para as ISTs como Hepatite B, Hepatite C, sífilis e HIV, além da oferta de preservativos masculinos, femininos, gel lubrificante e orientações sobre o uso em uma abordagem de prevenção combinada.

Foto: PMC/Divulgação

Com informações: Secretaria de Estado da Saúde e Secretária da Saúde de Chapecó