O número de fumantes no Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), já chega a quase 20 milhões. Os problemas causados pela droga lícita afetam não só os fumantes, mas também as pessoas que convivem com essas pessoas, chamadas de fumantes passivos.

Foto: Mateus Frozza / Rádio Chapecó

Além das doenças pulmonares, a saúde bucal é prejudicada pelo hábito de fumar. Cáries e o mau hálito são os primeiros problemas a aparecer na vida de um fumante.

CLIQUE AQUI PARA ACOMPANHAR MAIS NOTÍCIAS DE CHAPECÓ

Quem escapa das doenças, não escapa dos prejuízos estéticos. As manchas nos dentes devido ao fumo é um fator que leva os fumantes a fazerem visitas mais frequentes ao cirurgião-dentista.

Foto: Mateus Frozza / Rádio Chapecó

FIQUE ATENTO AS DICAS 

De acordo com a odontóloga Vanessa DallAgnol, da OralUnic implantes, o cigarro é uma ameaça a cavidade bucal. Ainda segundo a dentista, a incidência de câncer de boca aumenta se a pessoa for fumante.

 

O fumante, obrigatoriamente, precisa de mais cuidados. O indicado nesses casos é a remoção das manchas pelo tratamento periodontal, profilaxia, jato de bicarbonato e o próprio clareamento dental.

Pacientes que precisam fazer implantes dentários também precisam de cuidados. Inflamação na gengiva e infecções podem ocorrer durante o procedimento. Parar de fumar é a melhor opção. Ouça o que diz a dentista Vanessa DallAgnol:

 

Quem para de fumar também volta a ter um belo sorriso. A nicotina, além de viciar, acumula no esmalte dentário e estimula a produção de melanina na mucosa, causando manchas nos dentes, gengiva e na bochecha. O lado bom é que com o rompimento do hábito estes sinais podem desaparecer.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here