A manhã de domingo (5) foi de futebol em Chapecó. Chapecoense e Athletico Paranaense fizeram a partida das 11h da terceira rodada da Série A nacional. O Verdão com Renato desde o início e o visitante com poucos titulares, se poupando para a Libertadores da América.

Com temperatura em 28ºC, a bola rolou. No princípio de jogo os times não se arriscavam muito. A Chape quase não se aproximava da área adversária. A primeira meia-hora passava e pouco de produtivo acontecia no gramado.

E algo inusitado ocorreu aos 39 minutos: o técnico Ney Franco teve de fazer duas alterações ao mesmo tempo. Campanharo (lesionado) e Régis (com mal estar) deixaram o campo para as entradas de Augusto e Alan Ruschel.  O time da casa melhorou nos minutos finais da primeira etapa, fazendo o goleiro Santos trabalhar. Porém, não tivemos gol.

No intervalo a assessoria de comunicação da Chapecoense informou que Régis teve uma indisposição gástrica e por isso não conseguiu continuar na partida, e Gustavo Campanharo teve desconforto no adutor da coxa direita, causado por um trauma. Ele será melhor avaliado na segunda-feira.

Era um jogo mais aberto no segundo tempo, com os times buscando o ataque e também abrindo as possibilidades de contra-ataque. Marcelo Cirino, pelo Athletico, perdeu duas boas chances. Na Chape, Everaldo e Alan iam pra cima. Aos 18 minutos Bruno Silva recebeu nova oportunidade. Ele entrou na vaga de Renato, que também sentiu dores. A bola já não estava tão próxima da área do goleiro Tiepo.

Foto: Márcio Cunha / Chapecoense Oficial

O Athletico inaugurou o placar aos 30 minutos do tempo final, com Rony. Ele chutou da entrada da área e contou com um desvio para tirar do alcance de Tiepo. A impressão era de que faltava forças para a Chapecoense, que também errava muitos passes.

O empate da Chape aconteceu aos 43 minutos. Diego Torres chutou de longe e no rebote do goleiro Santos, Everaldo mandou pra a rede. O time ainda tentou a virada, mas não deu. Ouça a narração de Adilson Germano:

 

 

O goleiro Tiepo ainda salvou a sua equipe pouco antes do apito final. O placar ficou em Chapecoense 1×1 Athletico Paranaense.

A Associação Chapecoense de Futebol volta a campo apenas no próximo domingo, dia 12, Dia das Mães, no Maracanã, frente ao Flamengo. O Verdão agora tem 4 pontos na classificação.

Chapecoense: 98)Tiepo 2)Eduardo 3)Gum 23)Douglas 6)Bruno Pacheco 8)Márcio Araújo 10)Gustavo Campanharo (Augusto) 12)Diego Torres 19)Renato (Bruno Silva) 83)Régis (Alan Ruschel) 77)Everaldo Técnico – Ney Franco

Athletico/PR:1)Santos 14)Robson Bambu 4)Léo Pereira 13)Paulo André 6)Márcio Azavedo 28)Vitinho 5)Wellington 18)Léo Cittadini (Lucho González) 10)Marcelo Cirino (Nikão) 26)Erick 17)Brian Romero (Rony) Técnico – Tiago Nunes

Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (CBF), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF) – Trio de SP. Quarto árbitro: William Machado Steffen (CBF/SC) / Analista de campo: Marco Antônio Martins (CBF/SC) / Árbitro de Vídeo:  Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (CBF/SP) / Assistente de Vídeo 1: Vinicius Furlan (CBF/SP) / Assistente de Vídeo 2: Anderson José de Moraes Coelho (CBF/SP) / Supervisor de Protocolo: Sergio Cristiano Nascimento (CBF/RJ)

Cartões amarelos: Brian Romero, Paulo André, Rony (Athl); Douglas (Chap)

Estádio: Arena Condá, em Chapecó

Horário: 11h (Domingo, dia 05/05/19)

Público: 6.433

Renda: R$ 140.710

 

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here