A tarde bonita de domingo (14), com temperatura de 29ºC, era decisiva na Arena Condá. A semifinal entre Chape x Figueira, em jogo único, valia uma vaga na final do Campeonato Catarinense de Futebol. Os dois times decidiram o título do ano passado, com vitória do representante da capital. O outro confronto acontecia em Florianópolis, entre Avaí x Criciúma.

O técnico Ney Franco precisou fazer a primeira alteração logo aos 11 minutos, pois Victor Andrade sentiu a coxa e foi substituído por Aylon. A Chapecoense dava espaços para o adversário e não apresentava o futebol esperado. O time não criava boas oportunidades de gol. Juninho foi outro a deixar o campo com lesão, dando lugar a Jean Martim, na equipe alvinegra.

Faltou postura ofensiva e o primeiro tempo terminou empatado por zero a zero, com o Figueira um pouco melhor e a Chape se valendo de alguns contra-ataques.

O Verdão voltou do vestiário bem melhor e, em seis minutos, já tinha duas chances, com Aylon e Everaldo. O gol não demorou. Aos 14 minutos, Rildo cruzou da esquerda e Everaldo, de cabeça, ganhou da zaga e mandou para as redes do goleiro Dênis. Destaque para o início da jogada, com Bruno Pacheco. Ouça a narração de Adilson Germano:

 

Com o resultado favorável, a Chapecoense tinha mais tranquilidade em campo e conseguiu a vitória ao final dos 90 minutos. Até o jovem goleiro Tiepo apareceu nos minutos finais e era aplaudido pela torcida. Fim de jogo: Chape 1×0 Figueira.

O adversário na final será o Avaí, que neste domingo derrotou o Criciúma nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal. A decisão será na Ressacada e também ocorre em partida única, sem vantagem para ninguém. Entre a semi e a final, porém, tem a Copa do Brasil, na quarta-feira (17). O jogo diante do Corinthians está marcado para a Arena Conda, às 21h30.

Chapecoense: 98)Tiepo 2)Eduardo 3)Gum 23)Douglas 6)Bruno Pacheco 8)Márcio Araújo 86)Elicarlos (Amaral) 10)Gustavo Campanharo 11)Victor Andrade (Aylon) 7)Rildo (Régis) 77)Everaldo Técnico – Ney Franco

Figueirense: 1)Dênis 2)Alemão Teixeira 31)Pereira 3)Ruan Renato 25)Brunetti 5)Zé Antônio 14)Júlio Rusch 17)Juninho (Jean Martim) 11)Alípio (Matheuzinho) (João Diogo) 30)Willian Popp 29)Matheus Lucas Técnico – Hemerson Maria

Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Alex dos Santos

Cartões amarelos: Pereira, Brunetti (Fig);

Estádio: Arena Condá, em Chapecó

Horário: 16h (Domingo, dia 14/04/19)

Público: 6.944

Renda: R$ 118.000

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here