A vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr, esteve na Rádio Chapecó na manhã desta sexta-feira (15) e concedeu entrevista ao programa Chapecó Notícias – 1ª Edição. Diversos assuntos foram abordados.

Foto: Mateus Frozza / Rádio Chapecó

AEROPORTO

Reinehr disse que o recurso de mais de R$ 10 milhões para a ampliação física da estrutura está garantido, mas será preciso fazer ajustes. “Acredito que seja bem fácil de viabilizar, mas o autor do projeto (Prefeitura de Chapecó) é que tem que sanar o que a SAC (Secretaria de Aviação Civil) solicita”.

A vice-governadora defende a instrumentalização do aeroporto, aproveitando a modernização do aeródromo Hercílio Luz de Florianópolis. “Descobri que Florianópolis vai passar a operar eletronicamente e esses equipamentos vão sobrar…solicitei que fosse reservado para Chapecó”. Ela faz referência, entre outros equipamentos, ao ILS (Instrument Landing System) que permite pousos e aterrissagens com mais segurança em condições de operação por instrumentos.

 

Foto: Mateus Frozza / Rádio Chapecó

HRO

E o Hospital Regional do Oeste (HRO)? Além da ampliação, ainda não inaugurada, é necessário melhorar a estrutura atual. “Uma coisa bem importante que a gente já tá resolvendo, que deve sair bem rápido isso, é a retirada do IML ali de dentro.”

“O Regional é o hospital de Santa Catarina que mais dá resultado, é o melhor custo-benefício e a gente tem alguns entraves pra serem sanados (sobre a ampliação)…tem coisas que eu tenho que deixar o governador contar”, disse Daniela. No entanto, não é possível afirmar em que data ocorrerá a abertura da nova ala.

“Além do repasse pra ala nova, eles (HRO) solicitaram aumento do repasse pra manutenção da estrutura atual…a gente tá mantendo essa conversação.” “A gente está encaminhado para que o Regional seja um hospital completo”, declarou a vice-governadora, referindo-se ao aumento no atendimento, implantando especialidades não disponíveis nos dias atuais.

 

ESTRADAS

“As SC’s, como um todo, estão em um estado de deterioração…precisa revitalizar”, resumiu Daniela Reinehr em relação às estradas de responsabilidade do Estado. “A gente tá propondo uma parceira, que se der certo, vai diminuir os custos consideravelmente talvez em metade, talvez até mais”, sem, no entanto detalhar a respeito, dizendo apenas que       “é um estudo quem a gente tá fazendo, porque é uma situação nova.” A vice-governadora salientou, porém que a economia deve ser grande, “de cerca de 60%”, afirmando que será possível aumentar os quilômetros a serem recuperados. “Fazer mais com menos”.

ROTA DO MILHO

Outra preocupação em relação à malha viária é com a breve implantação da Rota do Milho. “Segunda-feira…a gente tem reunião aqui (em Chapecó) sobre a Rota do Milho”.

Sobre datas, Reinehr é cautelosa: “Adoraria chegar aqui e te dizer…mas a gente ainda não tem esse prazo”.

ASSISTA A ENTREVISTA

Chapecó Notícias – 1ª EdiçãoSexta-feira (15/03/19)

Publicado por Rádio Chapecó em Sexta-feira, 15 de março de 2019

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here