A Polícia Rodoviária Federal e a Receita Federal realizaram na tarde desta quarta-feira (13) uma operação nas maiores lojas do Camelódromo de Chapecó.

O auditor fiscal da Receita Federal, André Ferreira dos Santos, explicou que a operação visou esses estabelecimentos, pois eles têm um valor agregado maior e um maior número de mercadorias “descaminhadas e contrabandeadas”.

Foto: Leonardo Vassoler / Rádio Chapecó

‘‘A gente está fazendo a lacração, e agendando de deslacração com os proprietários dos estabelecimentos para comparecerem ao deposito da Receita Federal de Joaçaba”, destacou André.

Foto: Leonardo Vassoler / Rádio Chapecó

Após a avaliação, as mercadorias sem procedência serão destruídas, as originais poderão ser doadas ou colocadas em leilão. “Com relação às lojas, faremos o auto de infração e encaminharemos uma representação fiscal para fins penais para o Ministério Público e o Ministério Público é quem vai avaliar ou não a abertura de um inquérito criminal’’, finalizou André.

Ouça o que disse o auditor fiscal:

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here