A partir deste ano, o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, terá uma nova diagramação para reduzir o número de páginas.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep, a medida vai garantir economia de custos com papel. Também serão feitas mudanças na ficha para a coleta dos dados biométricos.

No lugar da lâmina de grafite individual, o Inep irá adotar uma pequena esponja, que poderá ser usada até três mil vezes, para a coleta digital. Outra medida é a criação de uma plataforma de educação à distância para capacitar os aplicadores da prova.

A expectativa do Inep é economizar pelo menos R$ 42 milhões com as mudanças. O valor equivale a cerca de 10% do custo estimado com o Enem no ano passado.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here