Um encontro na tarde desta quarta-feira (9) praticamente selou o futuro das próximas edições da Exposição-Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (Efapi). Deve ser uma volta às origens, pois a organização deve voltar para a Sociedade Amigos de Chapecó (SACH).

Dirigentes da entidade já haviam demonstrado interesse em voltar a organizar e promover um dos maiores eventos multissetoriais da região Sul do Brasil. Em contato recente com o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, o mesmo deu um prazo até o dia 21 de janeiro para receber uma proposta viável.

No entanto, antes mesmo desta data, já na manhã desta quinta-feira (10), dirigentes irão apresentar o esboço final do projeto ao prefeito de Chapecó. Se receberem o “ok”, o documento será finalizado e a parceria oficializada, para que haja tempo hábil fazer a feira ainda esse ano. “Acho que é possível”, disse o presidente da SAC, Luiz Augusto Gemelli.

O presidente declarou para nossa reportagem que a intenção é separar os shows (com ingresso exclusivo) e estabelecer um preço simbólico para entrar no parque. O setor agropecuário terá espaço especial, onde as atividades irão acontecer. Pretende-se dar ênfase às altas tecnologias, nos mais diferentes setores. Startups serão prestigiadas. O ramo imobiliário também, assim como os segmentos de meio ambiente, parcelamento do solo e urbanismo.

Buligon declarou recentemente que nos moldes atuais é quase impossível promover a exposição. Se a proposta da SAC for aceita, o município deve entrar como parceiro, não mais como promotor master.

A entrada da SACH facilitaria trâmites burocráticos e a associação poderá explorar comercialmente os espaços e atrações. A expectativa é de fazer uma Efapi diferente e mais atrativa sob diversos aspectos.

De alguns anos para cá, a exposição-feira tem sido realizada em anos ímpares, ou seja, de forma bienal. Portanto, 2019 é ano de Efapi, se tudo der certo.

A data, inclusive, deve mudar de outubro para novembro. Nos próximos dias a SAC deve divulgar maiores detalhes a respeito. Antes os integrantes querem que o prefeito conheça detalhadamente a proposta.

A própria Sociedade Amigos de Chapecó surgiu pouco antes da primeira edição da Efapi, em 1967. A primeira ação foi a realização do evento, para festejar o cinquentenário de Chapecó, cidade fundada em 1917.

O ENCONTRO

O presidente da SACH, Luiz Gemelli, classificou o encontro desta quarta-feira (9) como “positivo”, devido ao número de pessoas e o comprometimento dos presentes. Segundo ele, se a Sociedade Amigos de Chapecó promover o evento, haverá participação de muitos segmento da sociedade civil organizada. A SACH irá “encabeçar o processo, com o envolvimento das outras entidades”, concluiu Gemelli.

OBJETIVOS

Entre os objetivos estão a sustentabilidade financeira da feira, a participação do voluntariado e o reinvestimento das sobras financeiras em projetos de desenvolvimento social. O foco será na inovação.

Na programação da Rádio Chapecó você acompanha outras informações sobre essa possível parceria para a realização da próxima Efapi.

DATAS

Passando de outubro para novembro, as datas seriam: 12, 13, 14, 15, 16 e 17, de terça a domingo.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here