Um homem foi condenado a 36 anos de prisão pela prática de estupro de vulnerável contra dois enteados, de 13 e 7 anos, no município de Abelardo Luz. Além de abusar dos menores, ele obrigava as crianças a praticar atos sexuais entre si. As agressões ocorriam sempre após a mãe dos menores ir para o trabalho.

A condenação ocorreu na última terça-feira, dia 27, mas só foi divulgada pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina neste final de semana.

Fonte: Oeste Mais

De acordo com o processo, o caso ocorreu ainda em 2008. No entanto, o acusado não foi encontrado naquele ano. O juiz responsável na época determinou então a antecipação das audiências para ouvir as testemunhas e vítimas, que foram inquiridas em 2012. Paralelamente, suspendeu o processo e decretou a prisão preventiva do acusado.

No dia 25 de agosto deste ano, ele foi preso em cumprimento de um mandado de prisão civil por débitos de alimentos, momento em que também foi cumprido o mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro. O acusado já responde a um processo criminal por outro crime sexual, em tese praticado contra a própria filha. Ele cumprirá apena em regime inicialmente fechado.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here