O jogo da noite de quinta-feira (13) era esperado como o recomeço da Chapecoense dentro da Série A deste ano. Com atuações muito ruins e pouco futebol, o time entrou em campo na Zona de Rebaixamento. Bem verdade que era uma partida em atraso, pois precisou ser remarcada do dia 22 de agosto devido ao fato de que o clube paranaense não conseguiu fazer o deslocamento para Chapecó na abertura do returno por força da chuva e da neblina. Era o time do técnico Guto Ferreira vencer e deixar o Z-4.

Foto: Sirli Freitas/ACF Oficial

Era jogo truncado nos primeiros minutos. Com o passar do tempo – até pela nova formação – a Chapecoense foi “se achando” e melhorou, atacando e ameaçando o gol de Santos. O “Furacão Paranaense” também assustava, exigindo de Jandrei grande defesa aos 23 minutos.

O Atlético jogava nos contra-ataques e era o Verdão que manda na partida. Quem destoava, de novo, era Márcio Araújo. Como não ocorreu gol, o primeiro tempo terminou empatado por zero a zero.

As equipes voltaram dos vestiários sem alterações. Márcio Araújo seguia mal e deixou o campo 17 minutos, dando lugar a Canteros. Mas ele não saiu sem antes ver o gol do Atlético, aos 16’. Renan Lodi cruzou da esquerda e Pablo ganhou de Nery e cabeceou no canto de Jandrei.

Foto: Sirli Freitas/ACF Oficial

O segundo a entrar foi Bruno Silva, na vaga de Doffo. E a Chapecoense ia perdendo boas chances de empatar. O empate demorou até os 32 minutos para acontecer. Bruno Silva partiu pela direita, invadiu a área e cruzou. A bola desviou e foi para o fundo da rede.

Ouça a narração de Herter Antunes:

A virada aconteceu aos 43 minutos. Bruno Silva evitou a saída de bola e cruzou. Leandro Pereira, de cabeça, fez a virada.

 

E esse foi o placar final. Com a vitória, a Chapecoense foi aos 25 pontos e saiu da Zona do Rebaixamento. Já na segunda-feira (17) tem o Chape x Inter (líder da Série A), às 20h, de novo na Arena Condá.

Chapecoense: 93)Jandrei 2)Eduardo 3)Rafael Thyere 22)Nery 6)Bruno Pacheco 15)Márcio Araújo (Canteiros) 86)Elicarlos 34)Doffo (Bruno Silva) 72)Diego Torres (Yann) 11)Victor Andrade 90)Leandro Pereira Técnico – Guto Ferreira

Atlético Paranaense: 1)Santos 33)Diego 44)Thiago Heleno 96)Leo Pereira 12)Renan Lodi 39)Bruno Guimarães (Plata) 5)Wellington 7)Raphael Veiga 22)Marcinho 92)Pablo 9)Rony (Matheus Rosseto) Técnico – Tiago Nunes

Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza (CBF/SP), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Alex A. Ribeiro (CBF/SP). Quarto Árbitro – Thiaggo Americano Labes (CBF/SC) / Árbitro Assistente Adicional 1 – Anderson da Silveira Farias (CBF/RS) / Árbitro Assistente Adicional 2 – Jonathan Benkenstein Pinheiro (CBF/RS) /           Analista de Campo – Claudemir Maffessoni (CBF/SC)

Cartões amarelos: Bruno Guimarães, Pablo, Diego Ferreira (Atl);

Estádio: Arena Condá, em Chapecó

Horário: 20h (Quinta-feira, dia 13/09/18)

Público: 4.146

Renda: R$ 78.150,00

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here